quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

Febre Amarela - Já tomei uma dose, devo vacinar de novo?


Casos de febre amarela tem aumentado muito na região de Minas Gerais, mais de 38 mortes e 133 casos relacionados à doença são investigados pelo Ministério da Saúde.

O vírus da febre amarela é transmitidos pelos mosquitos Haemagogus ou Sabethes. Por enquanto, não foi detectada a transmissão da doença pelo Aedes aegypti.

O vírus da febre amarela não é transmitido de pessoa para pessoa, apenas pela picada de mosquitos infectados.

A epidemia está entre os macacos da mata. O homem adentrando ou estando próximo é picado pelo mesmo mosquito e adquire a doença. 

Nas áreas de recomendação para a vacina da febre amarela, as crianças devem tomar a imunização aos 9 meses de idade e, depois, aos 4 anos. Quem tomar a primeira dose depois dos 5 anos deve receber um reforço dez anos mais tarde 

Quem deve tomar a vacina


Por causar reações, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) não recomenda a vacina para pessoas com doenças como:

- Lúpus;

- Câncer;

- HIV, devido à baixa imunidade;

- Quem tem mais de 60 anos;

- Grávidas;

- Alérgicos a gelatina e ovo.

Doses necessárias para ficar Imune a Febre amarela


É importante se vacinar duas vezes - a segunda dose deverá ser tomada depois de 10 anos. Depois disso, a pessoa ficará imune por toda a vida.

Para áreas epidêmicas da doença, a Organização Mundial da Saúde (OMS) informa que é necessária apenas uma dose – a chance de o corpo entrar em contato com doença por uma segunda vez antes de perder a proteção é grande. Tal contato reforça a criação de anticorpos e funcionaria como uma segunda dose.

Apenas uma dose da vacina da febre amarela é suficiente para proteger contra a doença por toda a vida, mas o Ministério da Saúde continua a indicar duas doses. A medida vale para quem mora nas áreas de recomendação e para quem vai viajar para elas.

Especialistas brasileiros consideram que a imunização em duas doses é uma estratégia de prudência. Pela recomendação do ministério, a primeira dose garante proteção por dez anos. Mas, para uma imunização definitiva, para toda a vida, é preciso aplicar uma segunda dose, de reforço.

A OMS alega ter realizado uma revisão de estudos que mostram a eficácia de apenas uma dose, mas existem estudos brasileiros localizados que evidenciam o contrário.

Com base em estudos que mostram que surtos em geral podem ser contidos com apenas uma dose, a OMS teria tomado a decisão de recomendar a dose única.

Efeitos adverso da vacina

A maioria das pessoas que toma a vacina da febre amarela não sente nada. Mas uma a cada 300 mil ou 400 mil desenvolve algum sintoma relacionado à febre amarela.

Quando sabe-se que o vírus circula por determinado lugar, o benefício de se vacinar supera o risco. Mas, quando o vírus não é encontrado na região, não tem motivo para se expor a esse risco. É basicamente por causa desses efeitos adversos que não se coloca a imunização contra febre amarela como política de vacinação em todo o país.

Fonte: G1, O Globo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens populares

Marcadores

1 milhão na conta Ações Ações ON Ações PN Adsense África Agrotóxico Alergia Alienígenas Alimentação Alimentos Amoníaco Antigo Testamento Anvisa Aposentadoria Arrebatamento Auxílio a Lista Batata Benzeno Bíblia Bitcoins BMPO Brasil Canabidiol Capitalismo Carmim de cochonilla Carne Carros CDB CDI Cemig Certidões Certificado de Recebíveis Imobiliários (CRI) CLT Construção Conta de Água Conta de Luz CPMF Crise Econômica Cristão Debênture Depressão Deputados Dinheiro Dinheiro recebidos do Exterior Dinossauro Dívidas Dízimo Documentos roubados Economia Egito ENEM Esgoto Evangelhos Gnósticos Febre Amarela FGTS FMI Formaleído. Ar Fosfoetanolamina Fundo de Índice (ETF) Fundo de Investimento Imobiliário Fundo Partidário Futebol Futurismo Game of Thrones Garantia Gorduras Horário de Verão ICMS Imóveis Impeachment Imposto Imposto de Renda 2015 Inflação Inovação Inseto Intercambialidade Intoxicação alimentar Investimento IRPF Jesus Judeus Judeus Sefarditas LCA LCI Lei Leite Livro de Reto Lua Marte Medicamento de Referência Medicamentos Controlados Medicamentos Similares Messias Multas de Trânsitos Nasa Natureza Nefilins Novo Testamento ONU Ouro PASEP PIB Pirâmides PIS PIS 2014 PIS 2015 Pokémon Go Política Poluição Poupança Produtos controlados Programa Farmácia Popular do Brasil Queijo Refrigerante Registro de Imóvel Religião RMNRA RMNRB2 Sábado Salário mínimo Saúde Sedentarismo Seguro-Desemprego 2015 Serviços Gratuitos SNGPC Sol Tecnologia Teorias Terra Terra Plana Tesouro Direto (Títulos Públicos Federais) TPM Trabalho Transtorno Bipolar Tricloroetileno Tubarão Branco Turismo Usiminas Veículos Viagem Visto Xileno