domingo, 19 de fevereiro de 2017

Teorias e Fatos que apontam para Terra Plana segundo os Terraplanistas




Parece que a Teoria da Terra plana vem ganhando seguidores em pleno século 21, veja nesta postagem alguns fatos que deixam uma dúvida sobre este assunto.

Quando entramos na escola somos ensinado que a Terra é um globo girando no espaço em torno do sol e a lua um satélite da terra e apenas os antigos da época medieval acreditavam em uma Terra Plana. Porém mesmo diante do avanço tecnológico vários teóricos da terra plana tem demonstrado que a Terra pode ser bem diferente do que acreditamos, ou seja a terra é o centro e o sol e a lua apenas dois luminares. Veja as principais teorias e tente refutá-las.

1 - Curvatura da Terra

Alguns teóricos acreditam que se a Terra é um globo, então seria possível conferir a existência da curvatura aqui mesmo na superfície da Terra, e isso é algo que qualquer pessoa pode testar por si mesma. Basta fazer os cálculos necessários em uma planície e constatar que objetos a uma distância em que não poderiam ser vistos se a Terra fosse redonda (porque estariam abaixo da curva) podem ser vistos tranquilamente com a ajuda de uma câmera ou de um telescópio, e muitas vezes até mesmo a olho nu.

Outra fato que os teóricos da terra plana pregam é que se Estátua da Liberdade, que deveria estar obstruída por 2.072 pés da curvatura da Terra quando vista de uma distância de 60 milhas. Em vez disso, é visível e identificável, como se a Terra fosse apenas um plano estendido. Esta é uma prova indiscutível e irrefutável, e pode ser repetida para cada farol.

O diâmetro da terra é 12,720 km. Para um observador com 2 metros de altura, o horizonte/curvatura deveria ser visto somente até uma distância de 5 quilômetros. Surfer's Paradise está a mais de 20 quilômetros de distância, então como que surfistas são vistos de Coolangatta? Eles deveriam estar 132 metros abaixo da curvatura da terra:




Outra prova usada pelos teóricos contra a Terra redonda vem de cima: quem escala um monte alto como o Everest, voa de avião ou filma de um balão meteorológico não constata nenhuma curvatura da Terra, curvatura esta que seria absolutamente imprescindível de se constatar caso a Terra fosse mesmo redonda.

Os globalistas respondem dizendo que a curvatura só pode ser significativamente observada, matematicamente falando, a partir de 25 km de altitude, embora a partir dos 12 km já comece a surgir os mais leves traços da curvatura. Entretanto, isso não melhora as coisas, porque muitos balões de grande altitude lançados acima de 25 km para o céu não constatam curvatura nenhuma, embora na maioria dos casos há uma curvatura decorrente do tipo de câmera “Fisheye”, que naturalmente arredonda qualquer coisa que seja filmada.

2 - Filmagem da Terra de cima

Os teóricos tem afirmado que em todas as vezes em que o espaço foi filmado por uma pessoa comum sem as câmeras “olho de peixe” o que se constatou foi uma Terra perfeitamente plana, tal como uma régua.

O caso mais impressionante é o do primeiro foguete lançado na história (ele alcançou 100 km de altitude, muito mais que os 25 km necessários), que mostra, notavelmente, uma Terra sem qualquer curvatura, mas tão plana quanto uma régua.



Filmando a Terra de uma altura de 33 km o sol aparece muito mais próximo do que afirma a ciência tradicional, a presença muito próxima do sol, presença essa que seria totalmente impossível se o sol estivesse há 150 milhões de quilômetros de distância em relação à Terra, como afirmam os cientistas globalistas.

Compare o tamanho/proximidade do sol nesta filmagem com o que vemos a olho nu:



De acordo com os terraplanista, se o sol estivesse mesmo tão longe como 150 milhões de quilômetros da Terra, a câmera instalada no balão jamais conseguiria filmá-lo de tão perto, mas sua aparência visível seria tão pequena e distante quanto o que vemos na superfície da terra, visto que 33 km menos distante não é nada quando a distância é de assustadores 150 milhões de km.

3 - Filmagem e Foto da Lua e da Terra


Outra teoria descrita mostra a lua viajando em um lugar onde, se a Terra fosse mesmo esférica, seria totalmente impossível de ser filmada, tendo em vista que teoricamente estaria no outro lado do globo escondida.

Os teóricos acreditam que só numa Terra plana seria possível ver, dos EUA, a lua sobrevoando a Austrália, que no globo estaria no lado oposto; invisível, portanto.

Pela foto que a NASA divulgou da Lua é possível notar o horizonte próximo demais, parecendo estar a poucos metros, o que não condiz com o suposto diâmetro de 3.474 km, como apontado por eles.



Já as fotos da Terra que tiraram da lua, o nosso planeta aparece pequeno demais, somente um pouco maior do que vemos a lua a partir da Terra.



O tamanho da Terra é aproximadamente 4 vezes maior do que a lua, deste modo os teóricos acreditam que ela deveria ser vista em tamanho muito maior se os astronautas realmente estivessem lá, a NASA publicou recentemente uma foto supostamente tirada pelo “Orbitador de Reconhecimento Lunar”, que tirou uma foto da Terra no mesmo ângulo do astronauta mas, surpreendentemente, a Terra já estava muito maior.



Os teóricos acreditam que as fotos estão sendo manipuladas, pois como pode a Terra ter aumentado subitamente de tamanho nestes últimos 45 anos?

As fotos oficiais da NASA, se comparadas umas com as outras são substancialmente diferentes entre si, de modo que ambas não podem ser verdadeiras ao mesmo tempo.

Compare, por exemplo, a foto da Terra tirada em 1972, com a que foi tirada em 2012:



Pela foto de 2012 a América do Norte, onde ficam os EUA e a própria NASA, já tinha praticamente dobrado de tamanho em relação à foto de 1972. As fotos foram tiradas de uma mesma proximidade e ângulo, de modo que não se pode justificar o erro pela mera perspectiva. E é evidente que a América do Norte não aumentou enormemente de tamanho subitamente; logo, são fotos adulteradas, pura falsificação.

Basta comparar as diversas fotos da NASA para constatar as diferenças colossais entre elas, como se a Terra estivesse mudando de visual todo ano.



4 - Viagens ao redor da Terra

Os teóricos tem acreditado que às viagens de navio ou de avião em torno da Terra, como as famosas voltas pelo mundo, na realidade, o que essas pessoas fizeram não foi dar a “volta no globo”, mas a “volta no plano”, como mostra a imagem:



De acordo com o modelo da Terra plana é perfeitamente possível dar a volta, viajando para o leste e para o oeste da mesma forma que no modelo da Terra redonda:



Porém a única coisa que não é possível fazer na Terra plana é dar a volta pelo sul ou pelo norte, o que faria chegar na borda (Antártida), este destino os aviões também não fazem.

5 - Rota dos Aviões



Os aviões não voam dando a volta pelo sul ou pelo norte, mas sempre por leste ou oeste, ou seja, justamente nas rotas em que no modelo da Terra plana é possível chegar.

Os teóricos tem questionado, por que nenhum deles tem permissão de alcançar algum lugar dando uma volta no globo pelo sul ou pelo norte?

De acordo com a teoria os aviões cairiam na borda, isto é, na Antártida, que no modelo da Terra Plana é muito maior do que o sugerido pelos globalistas, pois cobre todo o círculo da Terra.

Os teóricos tem confirmado que todos os aventureiros que quiseram percorrer a Antártida de ponta a ponta relataram que o tamanho dela é muito maior do que o que é apontado no mapa mundi tradicional, coincidindo perfeitamente com o modelo da Terra plana.


É impossível circular a terra de norte a sul, apenas de leste ao oeste, por isso que não existem rotas de avião por cima da Antártica. Se a Terra fosse uma bola, haveria vários vôos no hemisfério Sul que teriam um trajeto mais rápido e reto sobre o continente antártico, como Santiago, Chile para Sydney, Austrália. Em vez de tomar a rota mais curta, todos esses vôos se desviam da Antártida, às vezes alegando que as temperaturas são muito frias para viagens de avião.




Considerando o fato de que há uma abundância de vôos para a Antártica e da Antártica, e a NASA alega ter tecnologia para mantê-los em condições muito frias (e muito mais quentes) do que qualquer experimentado na Terra, isso não passa de uma desculpa bem esfarrapada. Os vôos não são feitos por cima da Antártica por uma razão bem simples: são impossíveis.

Outro caso curioso é o mapa oficial de aviação usado em estratégia de guerra, que por sua vez também é exatamente a figura da Terra plana como sempre afirmada pelos terraplanistas, e novamente sem a presença da Antártida “global”:



6 - Símbolo da ONU



Observe que a posição dos continentes no plano é exatamente a mesma que os teóricos da Terra plana sempre propuseram, e que há dois ramos de oliveira ao longo de quase toda a borda. Mais interessante ainda é notar que no símbolo oficial presente na bandeira da ONU não existe a Antártida, pelo simples fato de que a Antártida já está sendo representada simbolicamente pelos dois ramos de oliveira que estão na borda da Terra plana.

Conclusão

Será que estamos sendo enganados, confiar em quem agora?

Se gostou das teorias da terra plana e suas convicções continuam firmes sobre o globo terrestre tente desmentir deixando seu comentário com sua prova e acabe com este mistério.

4 comentários:

  1. Olha eu bem não acredito na NASA mas tenho uma observação na Bíblia fala que no dilúvio no livro de Gênesis as águas cobriram os montes 15 covados acima isso da mais de 6 metros pensando que seja vdd pesquisei qual monte mais alto e vi que o monte de everest tem seus 8,000 metros aproximadamente acima do nível do mar se o sol está a 4,000 ou 6,000 metros de altura o monte seria mais alto e então as águas cobririam o sol achei estranho bem é só uma observação fiquei na dúvida se puderem me expliquem como é possível e me ajudem esclarecer isso obgd

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas o Sol está a mais de 33 mil metros, pois filmando a Terra de uma altura de 33 km o sol aparece muito mais próximo do que afirma a ciência tradicional.

      Excluir
    2. Entendi tá certo obgd

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens populares

Marcadores

1 milhão na conta Ações Ações ON Ações PN Adsense África Agrotóxico Alergia Alienígenas Alimentação Alimentos Amoníaco Antigo Testamento Anvisa Aposentadoria Arrebatamento Auxílio a Lista Batata Benzeno Bíblia BMPO Brasil Canabidiol Capitalismo Carmim de cochonilla Carne Carros CDB CDI Cemig Certidões Certificado de Recebíveis Imobiliários (CRI) Construção Conta de Água Conta de Luz CPMF Crise Econômica Cristão Debênture Depressão Deputados Dinheiro Dinheiro recebidos do Exterior Dinossauro Dízimo Documentos roubados Economia Egito ENEM Esgoto Evangelhos Gnósticos Febre Amarela FGTS FMI Formaleído. Ar Fosfoetanolamina Fundo de Índice (ETF) Fundo de Investimento Imobiliário Fundo Partidário Futebol Futurismo Game of Thrones Garantia Gorduras Horário de Verão ICMS Imóveis Impeachment Imposto Imposto de Renda 2015 Inflação Inovação Inseto Intercambialidade Intoxicação alimentar Investimento IRPF Jesus Judeus Judeus Sefarditas LCA LCI Lei Leite Livro de Reto Lua Marte Medicamento de Referência Medicamentos Controlados Medicamentos Similares Messias Multas de Trânsitos Nasa Natureza Nefilins Novo Testamento ONU Ouro PASEP PIB Pirâmides PIS PIS 2014 PIS 2015 Pokémon Go Política Poluição Poupança Produtos controlados Programa Farmácia Popular do Brasil Refrigerante Registro de Imóvel Religião RMNRA RMNRB2 Sábado Salário mínimo Saúde Sedentarismo Seguro-Desemprego 2015 Serviços Gratuitos SNGPC Sol Tecnologia Teorias Terra Terra Plana Tesouro Direto (Títulos Públicos Federais) TPM Trabalho Transtorno Bipolar Tricloroetileno Tubarão Branco Usiminas Veículos Xileno